Buscar
  • Malamanhadas Podcast

Será que se isolar é tão chato assim?

Esse isolamento significa tanta coisa e só pensamos em surtar. Mas será que nesses tempos dentro de casa, paramos pra pensar no porquê? O por que seu coração tá doendo? Num seria por causa de um sentimento vivo que precisa bater asas e voar respeitando o seu tempo/espaço. Se isolar até que é essencial para algumas pessoas se autocuidar, sem precisar se estressar com o que precisa ser feito amanhã na faculdade, trabalho, estágio. Por que o sentimento de solidão bate ainda mais forte, mesmo quando estamos em casa com nossa família? /solidão/ é substantivo feminino 1. estado de quem se acha ou se sente desacompanhado ou só; isolamento. Até a solidão é isolamento, mas pare e pensa. Será que é saudável dar a vez pra solidão no isolamento todo o tempo? Porque nesse isolamento a gente não para. Mas o parar é parar mesmo de usar o celular, computador, deixar a tv desligada. Voltar a re-experimentar passar a tarde olhando pro céu pela janela (eu gosto muito de fazer isso quando estou em movimento ou quando estou parada), observar as pequenas coisinhas que não reparamos em casa, ler um livro em PDF ou os que tão na estante, ouvir uma mpb e imaginar como ainda somos os mesmos como os nossos pais. Por que não fortalecer nossa fé nesse período? Sabem o porquê as crianças que éramos, eram mais felizes que o adultos que somos hoje? Porque elas aproveitavam os segundos da vida, o cheiro de cada coisinha, o tato do aprendizado, a coloração da vida que nossos olhos cravam em um giro de cabeça. Pequenas felicidades nos tornam pessoas incríveis e capazes de construir castelos de lembranças gostosas no decorrer da vida. Por que estamos sedentos pra que isso acabe? Será porque queremos ver e abraçar nossos amigos?! E os que estão dentro de casa com a gente o tempo todo, por que não damos aquele abraço de urso beeem apertado e aquele cheiro gostoso? Será que os que estão fora são mais importantes do que estão dentro? E quando nem o dentro e nem o de fora é importante? Aquele sentimento bom de sentar num barzin tomar aquela caipirosca e uma breja gelada com aquela pessoa que faz nosso peito bombardear de amor, até eu queria. E o pagode que está combinado com amigos depois desse período, jogar confetes coloridos e dançar até o pé pedir arrego. Sabemos que a vida social é muito boa, tendo muitos, muitos abraços, risadas, músicas cantadas, ritmos sentidos, ansiedade a mil. Já pararam pra pensar e agradecer que hoje você esta vivo e sua família também? Lavem suas mãos e fiquem em casa, pois esse tempo irá passar rápido se ficarem em casa.



Texto escrito por Vitória Ribeiro.

43 visualizações
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branco RSS Icon
  • Branca Ícone Spotify

© 2018 por Malamanhadas.

Somos um podcast independente que para continuar no ar, amplificando nossas vozes e levantando debates, precisamos da sua contribuição.