Buscar
  • Equipe Malamanhadas

Virgindade

Eu perdi minha virgindade

no dia que perdi meu primeiro dente

Eu perdi minha virgindade quando o amor saiu pela tangente

como um míope sem óculos


Eu perdi minha virgindade

quando morreu meu pai

e minha mãe desposou-se com a saudade


A morte me tragava

como um poema dadaísta

e fragmentava a tucurunda

que existia em mim


Eu perdi minha virgindade

e agonizei feito cão atropelado

o dia que eu perdi minha virgindade

foi o dia que eu desaprendi a chorar



222 visualizações