Buscar
  • Malamanhadas Podcast

Intimidade

intimidade

sou eu

sentindo por horas sentindo sem forma passando as horas na beira do mar apesar da dúvida ser pele que visto na ponta dos dedos

trago bastante fé


mirei naquela água toda nos horizontes até me esvaziar e foi desmedido o que percorri hoje

exigiu-me fôlego

fui de canto a canto e voltei porque encontrei dentro de mim medos em poças alargando-se em recusas que quero, antes do acabar do ano resolver

na paisagem eu queria vontade

uma legitima se possível, depois que desmoronei

sem o lugar dos meus silêncios ficou um barulho, uma bomba

explodindo

impossível de aturar

escondi de mim

tudo que era ruim para me sentir bem

impossível como disse

não desprezo o que me passou

me desaguar,  me lançar ao mar

me basta hoje

nesse soprar de ventos que eu não posso ver estar dentro ou fora de si, é estar em toda parte.




0 visualização