Buscar
  • Malamanhadas Podcast

#22 Mulheres e Ciência



Deezer | Spotify | Google Podcast | Stitcher

No dia 17 de janeiro de 2021, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou os pedidos de uso emergencial das vacinas CoronaVac, produzida pela Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac e a AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford com a Fiocruz. Os dois imunizantes são os primeiros aprovados no país no combate à covid-19 e serão distribuídos de forma gratuíta por todo o país.

Nesta perspectiva, vivendo este período pandêmico, o #22 do Malamanhadas se propõe a discutir a ciência e a mulher inserida no campo acadêmico e de produção de pesquisas. As podcasters e pesquisadoras cearenses Eliana Coelho e Cláudia Costa, do podcast Elas Pesquisam, participam do episódio falando também sobre o negacionismo, representantividade da mulher na ciência, política e ciência, além também de falar sobre o caminho da mulher até se tornar uma profissional da área. Aperta o play!


  • Participam deste episódio:

Equipe Malamanhadas:

Aldenora Cavalcante

Ananda Omati

Convidadas:

Cláudia Costa

Eliana Coelho


  • Dicas citadas no episódio:

Site: Science Blog Podcast: Elas Pesquisam Pesquidadora: Vivian Matias Youtube: Las Carolitas Instagram: Izabel Alccioly Filme: Estrelas além do tempo (2016) Site: Mulheres na ciências Podcast: 37 Graus Podcast: Serendip - Cientistas (in)falíveis

  • Nosso agradecimento aos padrinhos e madrinhas que tornam possível a continuidade do podcast:

Agostinho Torres, Aline Batista, Ana Beatriz Silva Ferreira, Jade Araújo, Janaína Castro, João Antônio Marinho, Letícia Lima, Lucas Veloso, Maria Teresa Siqueira, Mayara Cristina, Pablo Cavalcante, Pedro Vilela, Rodrigo Sobieski, Rudá Oliveira e Valéria Soares.

Quer apoiar o Malamanhadas também? Clique aqui.
21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branco RSS Icon
  • Branca Ícone Spotify

© 2018 por Malamanhadas.

Somos um podcast independente que para continuar no ar, amplificando nossas vozes e levantando debates, precisamos da sua contribuição.